Novo jornalismo

Carregando...

sexta-feira, 20 de maio de 2016

A maternidade e as mudanças que ela traz!


Hoje lendo algo sobre como se tornar um redator web me lembrei desse blog, o qual criei no auge da faculdade de jornalismo. Decidi acessá-lo e recordar um pouco daqueles tempos em que tinha tanta disposição para falar, escrever, fazer e acontecer. Como as coisas mudam, como nós mudamos, e como a dádiva divina da maternidade contribui para essas mudanças.
Relendo as coisas que escrevi aqui até março de 2011, mês em que descobri a gravidez, me fez sentir saudades da jovem cheia de planos que eu era. Não que eu tenha deixado de ser uma sonhadora, mas meus planos individuais foram engavetados para que eu pudesse fazer outros que incluíssem a minha outra metade. 
Meus planos para depois da faculdade como fazer intercâmbio no Canadá, juro que eu estava com coragem e decidida, e sair pelo Brasil afora atrás de emprego nos jornais do país deram espaço para planos que passaram a incluir meu maior presente...  Yan, hoje com 04 anos.
A partir do momento em que descobri a gravidez inesperada, meio que acidental, passei por uma fase de medo, insegurança, incertezas... Eu estava preparada para ser jornalista, mas será que estava preparada para ser mãe?
A gravidez foi tranquila, mas deixei me abater pela preguiça, estive afastada da leitura, o que é muito ruim para quem estava acostumada a ler um livro por semana, a pelo menos folhear todos os jornais diários. Deixei os planos profissionais de lado, afinal, agora não era só eu. Precisava pensar no meu filho. Em como alimentá-lo, em como educá-lo. 
Me distanciei do jornalismo e até de um simples blog. A partir do momento em que aceitei pra valer minha nova condição, minha nova "profissão", só tinha tempo para pensar em enxoval, fraldas, amamentação, cólicas, brincadeiras infantis. Mas juro, não me arrependo e faria tudo novamente. 
O jornalismo onde ficou? perdido por aí pela falta de boas oportunidades, digo boas principalmente em relação à parte financeira, tendo em vista que o salário de um jornalista iniciante não daria para sustentar um filho e as despesas que vieram com ele. Precisei escolher entre me realizar profissionalmente e sustentar meu filho... eu escolhi a segunda opção. 
Hoje, vendo ele indo à escola com tanto entusiasmo, e poder acompanhar seu desenvolvimento, poder ajudá-lo nas tarefinhas, não tem espaço para arrependimentos, só tem espaço para orgulho... orgulho dele e de mim mesma, afinal, eu consegui, eu estou conseguindo.
Confesso que só há pouco voltei à minha rotina de ler muito e escrever. Apesar de ainda não ter surgido a oportunidade que vai me realizar profissionalmente no jornalismo, talvez nem apareça, estou feliz. Feliz por poder trabalhar e sustentar o meu filho, por poder dar a ele a oportunidade de começar sua vida escolar em uma boa instituição. E feliz por poder mesmo que de forma voluntária voltar a pensar no jornalismo. Hoje escrevo para a Revista Di Rolê e para o Jornal Voz Católica da Paróquia Santo Antônio de Planaltina Goiás. Escrevo sem pressão e sobre coisas que eu gosto. E acho que é a melhor forma de ser jornalista.
Então, essa é a verdade, a maternidade nos modifica, nos faz engavetar planos para fazer outros que incluam os filhos e isso, hoje eu sei, não é nenhum problema, ao contrário, é uma benção.



quarta-feira, 30 de março de 2011

ÁGUA... EM ALGUNS LUGARES ELA JÁ NÃO EXISTE MAIS!

Para aqueles que tomam banho e deixam o chuveiro aberto enquanto ensaboam-se, escovam os dentes e a torneira desperdiça dezenas de litros em vão.  
 Pensem nisto:
   EM ALGUNS LUGARES ELA JÁ NÃO EXISTE MAIS

Deli, Índia. Todos querem, apenas, um pouco de água...

 

Dois  Sudaneses bebem água dos pântanos, com tubos plásticos, especialmente concebidos para este fim, com filtro para filtrar as larvas flutuantes, responsáveis pela enfermidade da lombriga da Guiné. O programa distribuiu milhões de tubos e já conseguiu reduzir em 70% esta enfermidade debilitante. 


Os glaciares que abastecem a Europa de água potável perderam mais da metade do seu volume,
no século passado. Na foto, trabalhadores da estação de esqui do glaciar de Pitztal, na Áustria, cobrem o glaciar
com uma manta especial para proteger a neve e retardar o seu derretimento, durante os meses de Verão...
 



 Água suja em torneiras residenciais, devido ao avanço
indiscriminado do desenvolvimento.


Aldeões na ilha de Coronilla, Quénia, cavam poços profundos em busca
do precioso líquido, a apenas 300 metros do mar. A água é salobra. 



Aquele que foi o quarto maior lago do mundo, agora é um cemitério poeirento de embarcações que nunca mais zarparão...
VALORIZE A ÁGUA! EM ALGUNS LUGARES, ELA NÃO EXISTE MAIS...

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

O verdadeiro brasileiro sofre

Câmara dos Deputados: Nesse momento os parlamentares, que aumentam os próprios salários num piscar de olhos, discutem sobre o aumento do salário mínimo. Todo ano a mesma discussão, a mesma dificuldade para aumentar uma merreca no salário dos brasileiros de verdade... aqueles que precisam fazer milagre todo mês para sustentar a família.

Ao comentar que o governo precisa mesmo agir com cautela para driblar a inflação e o descontrole da economia, mas que é muito difícil sobreviver com R$ 545 (valor defendido pelo governo), ouço patrões dizerem: "Mas vai pagar para sua empregada R$ 545 reais todos os meses".
Retruquei: VAI SOBREVIVER COM R$ 545 REAIS TODOS OS MESES. É PRECISO FAZER MILAGRES.
Patrões deveriam trocar de lugar com seus empregados por um único mês. Acho que aprenderiam uma grande lição.... Os políticos também aprenderiam, se conseguissem sobreviver um único mês com um salário mínimo e uma grande família.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O GAÚCHO AGORA É MENGÃO!!!

É, empolgação e alegria não faltaram para Ronaldinho Gaúcho assinar contrato com o Flamengo. Espero que o "Olé, olá.. Ronaldinho vem aí e o bicho vai pegar" entoado na churrascaria onde aconteceu a comemoração realmente se concretize nos campeonatos que estão chegando. E que o Flamengo seja o lugar para o craque recuperar seu bom futebol. Vai dar certo... estrela que é estrela passa pelo mengão!

SEJA BEM VINDO RONALDINHO E BOA SORTE NO MAIOR e MELHOR DO BRASIL!

Ronaldinho comemora chegada ao Flamengo

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A Terra dos Buracos e o prefeito cara de pau

Ninguém merece, estava vendo a pouco o prefeito de Planaltina Goiás, Zé Neto, no Balanço Geral da Record, dizendo que a prefeitura tem todo o material  necessário para tapar os buracos que enfeitam o asfalto do municipio, mas que não dá para fazer o serviço debaixo de chuva. Meu Deus, esses buracos estão lá há meses, muito antes de começar a chover, porque o serviço não foi feito antes do tempo chuvoso começar? Ah vai, vai dizer que o "eficiente" prefeito não sabia que as chuvas estavam a caminho e que só ia piorar a situação?
Pelo menos admitiu que nem ele está conseguindo andar na cidade por causa dos buracos. Tome. Tomara que fique atolado em uma das crateras espalhadas pelo asfalto da Terra dos Buracos.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Já é 2011...

Estive reparando, algumas horas antes da contagem regressiva, muitos reclamavam que 2010 voou e não conseguiram realizar tudo que planejaram para o ano. Engraçado que à meia noite planejamos  tudo novamente. Planos, planos e sonhos os quais nem sempre conseguimos realizar, mas que já se tornou um ritual. Esse ano decidi fugir à regra e fazer diferente. Nada de planos, apenas desejos renovados para o ano que se iniciou.

Esse ano desejo começar aquele curso que tanto quero fazer... sem me esquecer das vitórias conquistadas até aqui
Esse ano desejo começar a malhar, a dançar... mas sem deixar de comer o que gosto por medo de engordar
Esse ano desejo conquistar alguém pra valer, arrumar um namorado novo.... mas sempre me recordando de quem um dia me fez feliz e me proporcionou bons momentos
Esse ano quero fazer novas amizades... mas sem me esquecer dos velhos amigos que estão sempre comigo
Esse ano desejo aquele emprego dos sonhos... mas sem deixar de agradecer a Deus por todos os que me alimentaram até agora
Esse ano desejo comprar meu carro... mas sem deixar de agradecer pelo transporte furreca que necessito para me locomover
Esse ano desejo viajar, conhecer lugares novos... mas sem deixar de me orgulhar do lugar onde nasci e que me acolhe

Nada de planos, apenas desejos....

Esse ano quero apenas viver intensamente, seja namorando, trabalhando, estudando, malhando ou apenas tomando uma cervejinha gelada com os amigos!

É, 2011 já começou e ligeiro... As horas estão passando como um foguete, então avante! Não percamos tempo, vamos vive-lo como se fosse o último ano de nossas vidas.

Viva 2011... o melhor ano de nossas vidas... pois isso só depende de nós mesmos.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Qualquer semelhança é mera coincidência?

Enfim, consegui ir ao cinema ver o tão comentado "Tropa de Elite 2", e realmente me surpreendi com a produção e a semelhança com a realidade da cidade maravilhosa e do nosso Brasil. O Capitão Nascimento, agora Coronel, descobre e prova que o buraco é mais embaixo. Que quem financia o crime no RJ não são só os traficantes e usuários que vivem atrás da droga. Mas sai tráfico e a barbaridade continua, dessa vez com as milícias formadas pela policia corrupta do Estado, que o Coronel Nascimento afirma que precisa ser extinta. E pior, essas são apoiadas por políticos que tem campanhas financiadas pelo dinheiro da corrupção. O famoso Capitão Nascimento, expulso do Bope, é colocado dentro de uma sala na Secretaria de Segurança Pública do RJ, onde descobre todos os podres do sistema e do governo e bota a boca no trombone quando seu filho leva um tiro em um atentado ao seu padrasto, um Deputado Estadual.
Nascimento também sofre um atentado, mas é muito esperto para morrer. Ele consegue, depondo em uma CPI, colocar atrás das grades alguns dos bandidos de colarinho branco, mas como ele mesmo diz: O sistema é forte demais para ser extinto.

O filme mostra a realidade escondida da politica e da violência do nosso país, não só do RJ.
VALE A PENA VER!!!

"Tropa de Elite osso duro de roer, pega um, pega geral, também vai pegar você"...